segunda-feira, 17 de julho de 2017

Morre Martin Landau, que ganhou o Oscar por papel em 'Ed Wood'

Blake Sell - 27.mar.1995/Reuters
Martin Landau em 1995, quando ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante pelo filme 'Ed Wood
Martin Landau em 1995, quando ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante pelo filme 'Ed Wood'


DA ASSOCIATED PRESS


O ator americano Martin Landau morreu aos 89 anos no sábado (15).
Dick Guttman, assessor do ator, disse que ele morreu em decorrência de complicações inesperadas durante uma breve internação no hospital UCLA Medical Center, em Los Angeles. Ele deixa duas filhas, Susan e Juliet.

O auge de Landau ocorreu em 1995, quando ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante pela representação do diretor Bela Lugosi (1882-1956) em "Ed Wood", de Tim Burton. Ele também foi indicado na mesma categoria por "Crimes e Pecados", de Woody Allen, em 1989, e "Tucker - Um Homem e Seu Sonho", no ano anterior.

Nascido em 1928, o artista nova-iorquino começou no cinema em 1959, com um pequeno papel em "Pork Chop Hill", drama sobre a guerra da Coreia.

Participou de diversos filmes, mas obteve mais sucesso na TV, com séries como "The Alfred Hitchcock Hour" e "Missão Impossível", em que ele interpretou Rollin Hand, um mestre dos disfarces, e ganhou o Globo de Ouro de melhor ator pelo papel, em 1968.

Landau também ganhou fama entre os fãs do "Star Trek" por um papel que não interpretou, o agente de ciência da Enterprise, Mr. Spock –Gene Rodenberry, criador da série, ofereceu o papel a Landau, mas ele recusou. O personagem acabou virando sucesso vivido por Leonard Nimoy (1931-2015). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário